IPFS e o futuro da web

Todos nós em algum momento de nossas vidas já nos deparamos com o famigerado “ERRO 404”. Em termos menos técnicos, significa que o conteúdo que você está tentando acessar não existe.

Este erro acontece quando o servidor fica offline, é movido de endereço, não está funcionando bem, ou simplesmente o conteúdo já era muito antigo e por uma razão qualquer o administrador do sistema decidiu remover-lo. Logo, todos os links que apontavam para este conteúdo param de funcionar, este é o grande problema do protocolo HTTP.

Os riscos envolvidos para manter dados digitais sempre disponíveis são muitos, algo eventualmente dá errado, e quando isso acontece perdemos muitas informações caso não exista um backup. Para sempre.

Como o IPFS resolve esse problema?

Diferença entre endereçar por conteúdo e localização

IPFS acrônimo para InterPlanetary File System, é um sistema de arquivo distribuído peer-to-peer que tem o intuído de conectar um único sistema de arquivo em todos os computadores de uma rede. Portando, torna-se desnecessário um servidor central já que o sistema é endereçado pelo conteúdo e não a quem o hospeda. Esta abordagem traz uma série de benefícios:

  • Não é possível realizar um ataque DDoS, pois é necessário atacar todos os nós que hospedam determinado arquivo.
  • Redução de custo e aumento de banda, porque abrir uma conexão com um computador que pode estar do outro lado do planeta, sendo que alguém do seu lado poderia lhe prover o mesmo arquivo?

O IPFS ainda está em estado Alpha, mas já está criando muita expectativa.
E você, o que acha?

Gabriel Oliveira Mendanha
PS: Eu tenho um projeto que utiliza IPFS + blockchain, dá uma conferida clicando aqui.